Miopia

Miopia é um distúrbio visual onde a imagem se forma antes de chegar a retina. Isto se deve geralmente a um maior comprimento do globo ocular. Porém, pode estar relacionado também a uma maior curvatura da córnea ou do cristalino, ou pode ser simplesmente uma combinação dos fatores citados.

Quais as possíveis complicações da miopia?

Existe uma forte relação entre a miopia e doenças da retina. A retina do alto míope é mais propensa a doenças degenerativas. É muito importante que seja realizado o exame de mapeamento de retina na tentativa de identificar focos de degeneração ou roturas retinianas o mais precoce possível para que possam ser tratados e não evoluam para o descolamento de retina.

O portador de miopia terá dificuldade em ler os sinais de trânsito e ver objetos distantes com clareza. Outros sinais e sintomas incluem estrabismo tensão ocular e dores de cabeça. Sentindo-se cansado ao conduzir um veículo ou se concentrando para um jogo de cartas, por exemplo.

A Miopia é hereditária e é muitas vezes descoberta em crianças quando estão entre oito e 12 anos de idade. Durante a adolescência, quando o corpo cresce rapidamente, a Miopia pode ser mais grave. Entre os 20 e 40 anos de idade, geralmente há pouca mudança, mas a Miopia pode também ocorrer em adultos. Pesquisadores apontam que a fadiga ocular ocasionada pelo uso exagerado de telas digitais (computadores, tabletes, celulares) e a permanência por tempo prolongado em frente a tais dispositivos – juntamente com uma predisposição genética para a Miopia – ajudam a multiplicar a sua ocorrência.

Existem dois tipos de cirurgia refrativa a PRK e FEMTO LASIK

É importante frisar que não existe uma técnica melhor do que a outra, a escolha VAI depender dos exames pré-operatórios e da avaliação clínica do oftalmologista.

No PRK a correção do grau é realizado através da aplicação do laser na área mais superficial da córnea. Este tratamento é indicado para pacientes que tem córneas mais finas, assimétricas, graus mais altos ou são pacientes em geral mais jovens.
É uma técnica muito segura, porém a recuperação visual é um pouco mais lenta, se comparada ao FEMTO LASIK.

O FEMTO LASIK é a técnica mais conhecida para correção de graus a laser.
Sendo indicada para miopia, hipermetropia, astigmatismo, e alguns casos de presbiopia. É realizado um corte a laser ultrafino (“flap”) na camada anterior da córnea, o que permite a aplicação do laser em uma camada mais profunda.
Graças a esse “flap” a área a cicatrizar é menor, e com isso a recuperação pos operatória e muito rápida, com menor desconforto e retorno as atividades rotineiras mais precocemente.